Vítimas da Telexfree recebem cheques do fundo indenizatório do Banco de Fitchburg

check-telefreeUm ano após Telexfree LLC entrar em colapso com o esquema de pirâmide financeira, milhares de clientes finalmente irão receber parte dos seus investimentos.

O Escritório do Secretário de Estado William F. de Galvin disse nesta sexta-feira(14) que mais de 14.000 residentes em Massachusetts irão receber um cheque de $205,52 dólares, dinheiro que saiu de um fundo de 3,5 milhões dólares criado pela Fidelity Bank Co-operative de Fitchburg como parte de um acordo com o state Securities Division no ano passado.

Moradores que receberam os cheques têm 90 dias para depositar o dinheiro. Outras rodadas adicionais de pagamentos serão feitas para mais dois grupos em um futuro próximo. Existem participantes cujos créditos ainda precisavam ser verificados no momento do pagamento inicial, e também as vítimas que apresentaram reivindicações após 3 de Julho, data em que o primeiro plano de distribuição foi submetido.

Autoridades disseram que mais indenização para as vítimas poderão acontecer se a SEC ganha seu caso civil contra a empresa, cujos ativos foram congelados quando a Comissão apresentou a sua queixa em abril passado. Esses processos estão em espera por quase um ano para permitir que os casos criminais contra o Sr. Merrill de Ashland e seu companheiro co-proprietário da empresa Carlos Wanzeler que supostamente fugiu no ano passado para o Brasil e continua foragido posa dar o caso como encerrado.

O processo contra o Sr. Merrill ainda está em fase de instrução.  Em uma ordem apresentada na quinta-feira, Magistrado juiz David H. Hennessy informou que o escritório do Procurador têm “produzido quase toda a descoberta que espera produzir”, exceto por uma “pequena quantidade” de provas de uma investigação por parte das autoridades no Brasil, onde também a Telexfree operava. No mesmo do despacho, o juiz Hennessy agendou outra conferência com o estatuto provisório no caso para 24 de setembro no Tribunal Distrital dos EUA em Boston.

Enquanto o Sr. Merrill e o Sr. Wanzeler foram as duas únicas pessoas envolvidas com Telexfree que foram criminosamente implicados no alegado esquema de pirâmide, as autoridades na semana passada também indiciou um homem da Flórida como um suposto promotor de grande superioridade para a Telexfree.

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump