Vistos eletrônicos para o Brasil cresce 70% solicitados pelos americanos, Japão e Austrália

A mudança na concessão de visto para o Brasil – desde o fim de 2017, a autorização pode ser obtida pela internet, em qualquer lugar, e com tempo de resposta inferior a 72 horas já apresenta bons resultados.

Segundo a Embratur, nos primeiros 15 dias de fevereiro, houve um aumento de 70% nos pedidos de visto nos Estados Unidos, comparado com o mesmo período de 2017. O volume de requisições também foi maior no Japão (26%), na Austrália (57%) e no Canadá (4%).

– O primeiro balanço da medida foi fantástico – afirmou o presidente da Embratur, Vinicius Lummertz, acrescentando que, em breve, a China será incluída na lista de países com acesso ao visto eletrônico – Está claro que o turista estrangeiro busca países onde encontra facilidades como o visto eletrônico. A China tem um potencial enorme. São 130 milhões de chineses viajando anualmente pelo mundo. Pouco mais de 50 mil vem para o Brasil. Temos natureza, cultura, gastronomia. Mas é preciso facilidades para o visto de entrada, maior conectividade e voos mais baratos.

Hoje, os Estados Unidos estão em segundo lugar no ranking de turistas que mais visitam o Brasil, perdendo apenas para a Argentina. Anualmente, são 550 mil visitantes americanos, que geram uma receita de US$ 710 milhões.

Os brasileiros, porém, ainda não vão ter que esperar para obter o visto americano com mais facilidade. O Ministério das Relações Exteriores informou que não houve simplificação das formas de concessão do visto para quem pretende visitar os Estados Unidos.

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump