Trump volta atrás e diz que soldados não dispararão contra imigrantes ilegais

Presidente americano afirma que migrantes ‘ficarão presos por um bom tempo’.

Um dia depois de sugerir que soldados enviados à fronteira com o México teriam liberdade para disparar contra migrantes que atirassem pedras contra forças de segurança, o presidente americano, Donald Trump , voltou atrás na declaração nesta sexta-feira, afirmando que os migrantes seriam apenas presos.

Não será necessário disparar. O que não quero é que as pessoas atirem pedras afirmou Trump a repórteres na Casa Branca. Se eles fizerem isso, ficarão presos por um bom tempo. A declaração inicial de Trump gerou críticas de grupos de defesa dos direitos humanos, que acusaram o presidente de explorar o medo às vésperas das eleições de meio de mandato. “Classificar migrantes como uma ameaça à segurança nacional é um absurdo e uma crueldade”, afirmou o grupo Human Rights First em comunicado.

Trump endureceu suas posição quanto à imigração numa tentativa de motivar sua base política para as eleições que definirão o próximo Congresso na próxima semana.
Sua legenda, o Partido Republicano, tem a difícil tarefa de manter o controle da Câmara, embora deva conquistar cadeiras no Senado.

Na última segunda-feira, o Pentágono afirmou que mais de 5.200 soldados seriam enviados à fronteira por ordem de Trump, para enfrentar uma caravana de homens, mulheres e crianças que chegou ao México, fugindo da violência e da pobreza na América Central, o que o presidente americano classificou como “uma invasão de migrantes”. Dois dias depois, Trump disse que o contingente armado poderia chegar a 15 mil. O governo mexicano afirmou que cerca de 3 mil pessoas integram a caravana, que deixou Honduras em meados de outubro, embora muitos devam ficar pelo caminho antes de chegarem à fronteira com os Estados Unidos.

Na quinta-feira, Trump sugeriu que os militares americanos poderiam disparar contra os imigrantes que cruzassem a fronteira ilegalmente caso eles atirassem pedras contra os soldados. Quando eles atiram pedras como fizeram contra a polícia mexicana, eu digo: “Tratem como se eles tivessem rifles” afirmou Trump, destacando que seu governo está finalizando um plano para impedir que imigrantes que tenham entrado no país ilegalmente entrassem com pedidos de asilo , embora leis federais garantam esse direito a qualquer imigrante.
Nesta sexta-feira, uma pequena caravana de El Salvador atravessou um rio e chegou ao estado de Chiapas, no Sul do México.

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump