Três policiais e um suspeito são mortos em tiroteio em Baton Rouge

Policiais isolam área em que houve um tiroteio em Baton Rouge

Baton Rouge é a mesmo local onde, no último início de julho, Alton Sterling, de 37 anos, foi assassinado durante uma abordagem da polícia

Ao menos três policiais e um suspeito foram mortos em um tiroteio, na manhã deste domingo (17), em Baton Rouge, capital da Louisiana (EUA), cidade onde um negro foi assassinado por um agente branco no início do mês. Pelo menos outros três policiais ficaram feridos, segundo a CNN. Eles foram levados a um hospital.

Os policiais chegaram ao local após terem respondido a uma chamada sobre um homem que caminhava com um rifle pela rua.

Uma testemunha relatou à televisão local WBRZ que um homem, vestido de preto e com o rosto coberto, disparou indiscriminadamente enquanto se deslocava de uma loja de conveniência para um posto de lavagem de carros. A polícia acredita, no entanto, que haja mais de um atirador, todos vestidos da mesma forma. “Eles estão com roupa escura, e usando máscaras”, disse o porta-voz da polícia.

“Não estamos certos sobre nada agora”, complementou o oficial em relação à motivação do tiroteio. A polícia pede que a população passe informações sobre os outros suspeitos. A CNN diz que as buscas são por dois fugitivos.

“Este é um ataque inexplicável e injustificado a todos nós em um momento em que precisamos de unidade e cura”, disse o governador de Louisiana, John Bel Edwards, em pronunciamento.

Imagens de televisão mostram a polícia isolando a zona e várias unidades de forças especiais da SWAT se dirigindo ao local do ataque. “A cena, nós avaliamos agora, está controlada”, disse o porta-voz da polícia.

Tensão –  Baton Rouge é a mesmo local onde, no último início de julho, Alton Sterling, de 37 anos, foi assassinado durante uma abordagem da polícia, que o baleou diversas vezes sob a justificativa de que ele estava armado. Em nenhum momento Sterling, que vendia CDs na porta de um mercado, sacou sua pistola ou mostrou resistência.

A morte de Sterling derivou em protestos em todo o país, incluído Dallas (Texas), onde cinco policiais foram assassinados por um jovem negro. O corpo de Sterling foi enterrado no sábado (16).

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump