Suspeito detido é do Paquistão e nega ser o autor de ataque

scania-berlin-657

Caminhão matou pelo menos 12 pessoas ao invadir feira de Natal em Berlim

O motorista do caminhão que matou ao menos 12 em Berlim ainda não foi encontrado.

A polícia alemã ainda não tem certeza de que o suspeito detido seja o autor do ataque na segunda-feira(20)  com um caminhão contra um mercado de Natal em Berlim, afirmou nesta terça-feira(21) o chefe de polícia da cidade, Klaus Kandt.

“Nós ainda não conseguimos confirmar que essa pessoa é de fato o motorista”, disse Kandt. O suspeito detido é oriundo do Paquistão e buscava asilo. Ele foi preso pouco depois do ataque a 2 quilômetros do mercado, mas afirma ser inocente. A polícia berlinense disse que a investigação continua.

Em sua conta no Twitter, a polícia alemã disse que o suspeito detido nega participação no ataque. “Nós estamos especialmente em alerta. Por favor façam o mesmo.”

Diversos meios de comunicação alemães publicam hoje que o preso seria um jovem do Afeganistão ou Paquistão que chegou à Alemanha como requerente de asilo entre o fim do ano passado e o início de 2016. Aparentemente, chegou ao país através da rota dos Bálcãs e era já conhecido das forças de segurança da Alemanha, não por alguma questão relacionada com o terrorismo, mas por pequenos delitos. A chanceler alemã, porém, não negou nem confirmou os dados noticiados pela imprensa.

Na madrugada de hoje(21), unidades especiais da polícia entraram em um dos maiores centros de acolhimento de refugiados de Berlim, em um hangar do antigo Aeroporto de Tempelhof, em uma operação relacionada com o ataque. Segundo informações da rádio Rundfunk Berlin-Brandenburg, ninguém foi preso na operação.

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump