Sem vestiário, seleção brasileira deixa treino em Harvard sem tomar banho

harvard 636Mais um problema de organização afetará a seleção brasileira nos treinos  para a Copa América Centenário 

O time não terá vestiários nesta sexta-feira (10) para treinar na Universidade de Harvard, em Cambridge, nos Estados Unidos, dois dias antes de enfrentar o Peru.

Por causa disso, os atletas deixaram o hotel, em Boston, já com o uniforme de treinamento, apenas sem a chuteira. Os preparativos finais foram feitos dentro do baú de um caminhão. O mais peculiar será a volta para o hotel. Sem vestiário, eles retornarão aos seus quartos, após o treino que será realizado sob sol, sem tomar banho. Esse não foi o combinado entre seleção e organização da competição. Havia um vestiário da universidade destinado aos atletas, mas o espaço não foi disponibilizado.

A Universidade afirmou que o Comitê não colocou o detalhe no contrato e o banheiro não será colocado à disposição. “Os jogadores não ligaram. É algo pequeno perto do que a gente quer aqui na competição. Chegaram a oferecer um outro campo, mas era muito longe”, disse brevemente o coordenador de seleções, Gilmar Rinaldi. A seleção já havia enfrentado problemas para conceder entrevistas e para atender a imprensa por causa das exigências da organização. Em Orlando, a equipe teve de improvisar para treinar porque o campo oficial estava sem condições.

Em Los Angeles, mudou de lugar por causa de um assassinato seguido de suicídio. Em Orlando, além de não ter o campo de treinamento oficial, o time não pôde fazer o trabalho de reconhecimento de campo para preservar o gramado.

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump