Secretário de Estado acusa Telexfree por fraude

Três dias depois que a empresa entrou com pedido de falência em Nevada , o escritório do Secretário de Estado William Galvin apresentou uma queixa contra as telecomunicações e marketing da empresa Telexfree alegando que a empresa seja uma,  pirâmide com bilhões de dólares e esquema Ponzi.

Galvin disse que a empresa, que é acusada de comandar um esquema de marketing multi- nível que especificamente entre brasileiros, também está sob investigação na esfera federal pela Securities and Exchange Commission.

Enquanto a companhia pretendia vender um serviço de telefone via Internet , o escritório de Galvin alega operação verdadeira da Telexfree era como ” uma elaborada máquina de internet-marketing “, no qual clientes , chamados de ” associados ” ou ” divulgadores “, eram pagos pela empresa para postar anúncios e recrutar outros clientes, para que todos recebecem uma garantia de retorno anuais tão altos quanto 250 por cento .

telefreeTal como com todos os esquemas Ponzi , na qual, “Quando a música para, nunca há cadeiras suficientes para todos ou seja alguém vai sobrar ” , disse Galvin . Esse fim veio para Telexfree no início de março, disse ele, quando a empresa começou a mudar seu modelo de negócios para a venda de seu produto de telefone. Já desligado no Brasil desde junho do ano passado , Telexfree foi objecto de investigação de Galvin há vários meses , disse ele , acrescentando: ” temos sido suspeito desde o princípio” de que a empresa era um esquema Ponzi . Durante a sua investigação, a secretaria tomou conhecimento das investigações federais separadas da empresa. Essas agências não solicitou Galvin para apresentar uma queixa, ele disse, “porque eles estavam preocupados com a proteção de ativos . ”

Mas quando os investigadores estaduais souberam na segunda-feira da apresentação da empresa para a proteção do Capítulo 11 na Corte de Falências dos EUA para o Distrito de Nevada, disse Galvin ” qualquer preocupação com o congelamento dos ativos foi embora. ”

” “Sentimos que tínhamos de agir”, disse ele, para começar a proteger os ativos que a empresa ainda tinha e tentar parar mais clientes de assinar com a empresa .

Em um comunicado de imprensa emitido segunda-feira, Telexfree retratou o pedido de falência como um passo para tornar-se ” uma empresa mais forte e competitiva “, e assegurou que tinha dinheiro suficiente na mão para continuar a executar o seu negócio. Mas na terça-feira à tarde , Investigações de Segurança Interna agentes especiais estavam procurando 225 Cedar Hill St. escritórios da empresa e , de acordo com um oficial da polícia de Marlborough montando guarda na porta, não havia representantes Telexfree dentro do escritório.

As tentativas de comunicar a empresa por meio de um e-mail fornecido em seu site foram sem resultados na última terça-feira. No final da tarde terça-feira, o site saiu do internet. Steve Labriola , um porta-voz da empresa, e não pôde ser alcançado. Sua caixa de correio de voz estava cheia. O gabinete do secretário recebeu muitos telefonemas de clientes da Telexfree que estavam preocupados com a recuperação dos seus investimentos, de acordo com Galvin .

Fonte Metrowest Daily News

 

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump