PT afirma que não abrirá mão da candidatura de Lula

Candidatos afirma que tentarão atrair eleitores do ex-presidente.

Enquanto pré-candidatos à Presidência da República, como Marina Silva (Rede) e Henrique Meirelles (PMDB), anunciam que tentarão atrair o voto dos eleitores de Lula, o Partido dos Trabalhadores – PT garante que não abrirá mão da candidatura do ex-presidente ao Palácio do Planalto, mesmo com ele na cadeia.

Na última semana, enquanto o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad e o ex-governador da Bahia, Jaques Wagner sinalizaram um possível apoio à candidatura de Ciro Gomes (PDT), a presidente do PT, senadora Gleisi Hoffmann, tratou de abafar a discussão. Em carta aberta, Hoffmann deu fim a qualquer pretensão de petistas que queiram iniciar negociação sobre o assunto.

“Se Lula é inocente, se a maioria do povo quer votar nele, se à luz da Constituição seus direitos políticos estão assegurados, por que razão deixaríamos de apresentá-lo como candidato? Seria fazer o jogo de seus algozes, que querem uma eleição sem Lula e pretendem com isso dar ares de normalidade democrática a uma disputa que estaria viciada pela ausência do maior líder popular brasileiro”.

Na tentativa de fazer mais barulho em torno da pré-candidatura, o PT apresentou um pedido de liminar ao Tribuna Superior Eleitoral (TSE) contra três veículos de comunicação por terem deixado o Lula de fora das sabatinas eleitorais. Na representação, o PT pediu ao TSE “obrigue às reclamadas a dar espaço a um representante da candidatura do ex-presidente Lula”. O pedido foi negado. Após a negativa os três veículos encaminharam à juíza Carolina Moura Lebbos uma petição para que suas equipes possam entrevistar Lula na prisão.

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump