Por que investir em imóveis continua sendo um excelente negócio?

Por Nivaldo Guedes

O alto déficit habitacional propicia um cenário promissor aos investidores, uma vez que a valorização imobiliária média ainda fica acima da média da rentabilidade dos investimentos conservadores e seguros do mercado. Atrelado a essa oportunidade, os imóveis novos tende a se valorizar mais em curto prazo. Ele é, normalmente, vendido antes de estar pronto, dependendo da sua localização a demanda é muito grande. Assim, quando o empreendimento é entregue, ele se valoriza em consonância com a região onde está inserido. E, com o passar do tempo, além de o imóvel normalmente aumentar de valor com base na correção natural dos índices da inflação, o investidor conta, pelo menos, com a garantia de ter o próprio imóvel. “Isso é resultado de um balanço do mercado chamado lei de oferta e da procura. Existem pesquisas que mostram que o déficit habitacional existente hoje no Brasil só será superado em 2025. Assim, esse déficit, aliado à lei da oferta e procura, faz com que o imóvel não caia de preço e se configure como um ótimo negócio para os investidores”.

QUAL É A EXPLICAÇÃO PARA A VALORIZAÇÃO DOS IMÓVEIS EM 14% , APONTADA PELA FUNDAÇÃO INSTITUTO DE PESQUISAS ECONÔMICAS (FIPE) ?

casaUma série de fatores ocasiona a valorização dos imóveis. O custo de construção, que envolve mão de obra, equipamentos e material, continua subindo. Além disso, a construção de imóveis de segmento econômico, com maior facilidade para pagamento, também contribui para esse crescimento. Como investir em imóveis é uma aplicação interessante, já que eles têm rendimentos acima da poupança, essa é uma das causas para o crescimento desse mercado. O imóvel vem se mostrando excelente investimento, pois sua valorização é superior ao de outras aplicações. É um ativo real, por sua natureza, de baixo risco. Segurança, rentabilidade e taxas de juros mais baixas também explicam esse fenômeno de crescimento.

INVESTINDO EM IMÓVEIS O
RETORNO FINANCEIRO É GARANTIDO?

Eu sempre disse e não tenho dúvida ao repetir. O imóvel é um bem ativo, diferente do carro, que é um bem passívo, é lógico que o investimento em imóveis são feitos com expectativas de retorno, a médio e longo prazo, porém com segurança. O imóvel confere rentabilidade do que aplicar no mercado financeiro. Enquanto nas aplicações financeiras o indivíduo recebe 7,5% ao ano, menos a inflação e o imposto de renda, o que representa um valor inferior a 0,6% ao mês, investir em imóveis confere cerca de 0,6% do valor do imóvel somado à correção da inflação. Dessa maneira, a liquidez e a segurança são maiores ao se investir em imóveis do que em aplicações financeiras. Por isso, o mercado imobiliário continua sendo um excelente negócio e deve permanecer em médio e longo prazo. Muitos investidores lucram com aluguéis que rendem, atualmente, cerca de 0,6% ao mês, em alguns casos podem chegar até a 0,8%. Na venda, existem casos de 20% de valorização ao ano.

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump