Polícia de Boston prendeu 27 pessoas em protesto anti-racista

O comissário de polícia William Evans disse que as 27 pessoas presas foram presas por acusações que incluíram agressões a policiais

Polícia de Boston evita danos e lesões durante manifestações e protestos.

Da Redação
As prisões das 27 pessoas vieram em meio a protestos em Massachusetts, onde cerca de 40 mil pessoas se reuniram para enfrentar os supremacistas brancos em Charlottesville do estado da Virgínia.

O comissário de polícia William Evans disse que as 27 pessoas presas foram presas por acusações que incluíram agressões a policiais.
Segundo as autoridades, três pessoas usavam coletes balísticos, e um deles estava armado.

Milhares de ativistas marcharam no sábado agredaram aqueles que participaram da marcha que foi agendada em julho por um grupo que se chamava de Discurso Livre de Boston.

Os organizadores da contramarcha, no entanto, alegam que este tipo de defesa a qualquer preço da liberdade de expressão dá asas aos grupos supremacistas, e por isso saíram às ruas com cartazes contra o grupo Ku Klux Klan e qualquer tipo de discurso racista.

A polícia manteve uma zona de segurança entre os manifestantes, evitando grandes incidentes, à exceção de algum confronto isolado e gritos entre os participantes da contramarcha e dos partidários do presidente Donald Trump.

Trump, duramente criticado após “culpar ambos os lados” da violência ocorrida em Charlottesville, disse neste sábado na sua conta do Twitter que parecia haver “muitos agitadores contra a polícia” em Boston, mas depois elogiou os manifestantes por “falarem contra a intolerância e o ódio”.

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump