Piloto faz pouso de emergência, depois que passageiro dá soco em aeromoça

aeromoca-587

não toleramos comportamentos abusivos ou ameaçadores

Não há como negar que a tragédia aérea nos Alpes Franceses onde morreram 150 pessoas, deixou um trauma no ar. Por isso, qualquer problema que aconteça nos voos agora já é motivo de estresse para passageiros e tripulantes.

E foi o que aconteceu no voo da empresa EasyJet com 180 passageiros a bordo que seguia de Genebra, na Suíça, para Pristina, capital de Kosovo. Um passageiro agrediu uma aeromoça porque seu sanduíche estava demorando, obrigando a aeronave a um pouso de emergência em Roma, de acordo com o jornal Daily Mail.

A aeromoça, que teve os óculos quebrados, foi atendida na capital italiana. Ela diz que ficou chocada com a agressividade do passageiro e não conseguiu entender o porquê de tanta violência apenas por causa de um sanduíche. Segundo relatos de passageiros, o agressor gritava: “Eu esperei por horas e estou com fome”. Outro passageiro do voo testemunhou. “Ele gritou para a aeromoça, depois se levantou e deu um soco nela. Quando ela caiu no chão, continuou a agredi-la”.

A empresa aérea EasyJet emitiu uma nota sobre o caso. “Embora esses incidentes sejam raros, os levamos muito a sério, não toleramos comportamentos abusivos ou ameaçadores a bordo, e sempre iniciamos um processo judicial”, informou a empresa. A EasyJet ainda confirmou que todos os outros passageiros concluíram a viagem no dia seguinte, após o incidente

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump