Patriot Insurance tem todos os contratos encerrados com a Safety

Patriot Insurance loja de Everett, MA

Em audiência, foi constatado por unanimidade que a empresa cobrava taxas desautorizadas e agia com improbidade em relação às regras das agências reguladoras.

Juliana da Matta

No dia 21 de junho, o Comitê da Commonwealth Automobile Reinsurers, que regula e realiza audiências de Revisão de Mercado, encerrou terminantemente as atribuições da seguradora Patriot a pedido da Safety pela violação ilegal de numerosas regras como representante da empresa.

Na primeira semana de maio deste ano, a seguradora Safety já havia enviado notificação para a Patriot cientificando que os contratos seriam expressamente terminados pela má conduta da representação comercial da Patriot. Em novembro do ano passado, auditores da Safety Insurance já haviam visitado escritórios da Patriot localizados em Everett e Hyannis após o recebimento de múltiplas reclamações.

Nas auditorias realizadas, foram constatadas inúmeras irregularidades inclusive em relação aos pagamentos premium pela empresa representante. Por meio de notificação extrajudicial, a Safety Insurance contactou a Patriot após as investigações dos auditores chegarem a constatações ligadas ao descumprimento considerável das políticas da empresa e das regras determinadas pelo Comitê da Commonwealth Automobile Reinsurers. Dentre algumas das condutas desonestas da Patriot tanto à Safety Insurance quanto aos segurados foi verificado que a empresa fazia pagamentos atrasados, prejudicava ambos os lados quando perdia prazos de submissões de documentos certificados e de maneira extremamente imprudente, cobrava os segurados taxas desautorizadas de até $650, que não eram nem declaradas à empresa representada, nem no livro-caixa.

Na audiência realizada para a Revisão de Mercado pelo Comitê da Commonwealth Automobile Reinsurers, o presidente da Patriot, Ricardo de Oliveira, apresentou defesa sem advogado e não negou as acusações, alegando improbidade de um determinado funcionário e pediu para que os contratos fossem mantidos e sua empresa pudesse representar a Safety. Por unanimidade absoluta do Comitê, o pedido da Patriot para que mantivessem os contratos com a Safety foram indeferidos à Patriot, e foram categoricamente encerrados.

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump