Papa Francisco lamenta que migrantes sejam tratados como “mercadorias”

PapaFrancisco3

“O espetáculo dos últimos dias desses seres humanos tratados como mercadorias faz chorar”, salientou.

O papa Francisco apelou hoje ao ocidente para não tratar os migrantes como “mercadorias” e denunciou as organizações mafiosas assim como a corrupção quase “normais” em Itália, durante a sua primeira visita a Turim, adiantou a agência AFP.
“O espetáculo dos últimos dias desses seres humanos tratados como mercadorias faz chorar”, declarou o Papa, que se dirigia a representantes laborais, na Piazzetta Reale, em Turim.
Num momento em que a União Europeia se divide sobre o acolhimento aos migrantes, o papa Francisco condenou mais uma vez as manifestações de rejeição destas pessoas, particularmente percetíveis no norte industrializado de Itália. “Se a imigração aumenta a concorrência, os migrantes não podem ser tidos como responsáveis, uma vez que são vítimas de injustiça, de uma economia de rejeição e de guerras”, disse o papa.
O sumo pontífice está em Turim para assinalar a ostensão (exposição pública) do Santo-Sudário na catedral de São João Baptista

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump