O Brasil tem que recomeçar todo o futebol

Por Nivaldo Guedes

dunga_novoPrecisamos de reformas desde a cúpula da CBF com o legado de Teixeira e sua trupe (Marin e Del Nero). Há muitos anos nosso futebol está atrasado em relação ao futebol europeu. Basta ver o jogo ano passado em que o Santos perdeu de 8 a 0 para o Barcelona. Não tem como achar que um resultado desse é normal.
Nossos técnicos são defasados. São múmias que pararam no tempo. Não tem padrão tático nenhum. O jogo do Brasil é tocar pro zagueiro, que recua pro goleiro … que dá um chutão pra frente. Ou o velho chuveirinho na área e rezar pra alguém dar a sorte de cabecear a bola. Temos que lembrar que esse tipo de futebol era aceitável, no mínimo, até o fim da década de 80. A partir dos anos 90 o futebol mudou e se modernizou. Os europeus saíram na frente e nós paramos no tempo, agarrado a um passado de glórias.
Deveríamos trazer um técnico do futebol moderno. Um bom nome seria Pep Guardiola, que inclusive se mostrou animado com a possibilidade de assumir a “canarinha” em 2012/13, na época da demissão do Mano Menezes. Pep treinou o Barcelona com um futebol moderno, para não dizer que reinventou o futebol, e esse time foi à base da Espanha que encantou o mundo em 2010. Agora treinando o Bayern, seu time é à base da atual seleção alemã.

O Brasil ainda acha que se ganha com camisa e tradição. Vemos um time totalmente sem esquema tático em campo e dependendo de um lampejo de genialidade de um craque (Neymar).

É hora de assumir que nosso futebol é ultrapassado, não é mais competitivo. Trazer um técnico de fora, que tem um esquema tático de um futebol moderno: Pep Guardiola, Jupp, Simeone, Ancelloti, Mourinho e outros mais bem qualificados no cenário Mundial. Temos que mudar. O que não podemos é insistir no erro.

Não venham com desculpas de que o emocional atrapalhou os jogadores, pelo fato de estarem jogando em casa. Ter perdido o Neymar e o Tiago Silva para o jogo com a Alemanha. Nada disso foi motivo para o vexame jamais visto em toda a história do futebol mundial. Mais de 90% destes jogadores que estão aí jogam em times Europeus, e estão acostumados a jogos importantes em várias competições de alto nível. A diferença é que esses mesmos jogadores, na Europa, seguem um padrão tático que ilustra bem o chamado
“FUTEBOL MODERNO”.

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump