Nova York, Los Angeles e Chicago se unem para acelerar processo de cidadania

IMIGRANTESO programa “Cidades pela Cidadania” é uma colaboração entre o Prefeito Bill de Blasio, o prefeito de Chicago, Rahm Emanuel, e o prefeito de Los Angeles, Eric Garcetti

Os políticos locais estão sendo mais tolerantes às exigências de suas comunidades imigrantes e tomando decisões ousadas que apoiam os imigrantes que nelas residem, enquanto o Congresso atrasa na votação de uma reforma imigratória mais ampla: Nova York, Chicago e Los Angeles lançaram uma campanha em defesa da cidadania.
O programa “Cidades pela Cidadania” foi anunciado na última quarta-feira (17) em Nova York e é uma colaboração entre o Prefeito Bill de Blasio, o prefeito de Chicago, Rahm Emanuel, e o prefeito de Los Angeles, Eric Garcetti, com o apoio do Citigroup.
“Eu tenho orgulho de estar aqui hoje com os prefeitos Rahm Emanuel e Eric Garcetti enquanto lançamos a iniciativa nacional ‘Cidades pela Cidadania”, disse de Blasio. “Desde o aumento da atividade econômica, expansão da base eleitoral às bases tributárias, as vantagens da cidadania não expandirá as oportunidades somente para as nossas famílias imigrantes, mas para todos os nova-iorquinos e residentes em todo o país”.
O programa ajudará os residentes permanentes (green card) a agilizarem o processo de se tornarem cidadãos através de aconselhamento, assistência legal e pequenos empréstimos.
Em Los Angeles, Garcetti criou workshops de educação cívica para promover a cidadania nas 72 bibliotecas da cidade. Desde a inauguração, 12 mil imigrantes participaram do programa. Em Nova York, o prefeito, tem provido serviços de assistência legal de alta qualidade para os nova-iorquinos que desejam naturalizarem-se através do NYCitizenship. Eles realizaram oficinas para mais de 7.600 residentes e ajudaram mais de 1.800 pessoas a completarem a aplicação para a cidadania desde de o início dos trabalhos. A influência do programa se alastra aos órgãos municipais para alcançar mais cidadãos elegíveis.
Em Chicago, nos últimos 6 anos, o programa Novos Americanos ajudou 90 mil imigrantes a se tornarem cidadãos norte-americanos.
Um estudo conduzido pelo Pew Hispanic Center que envolveu imigrantes latinos revelou que 26% não se naturalizaram citando barreiras pessoais. Outros 18% não o fizeram devido barreiras administrativas e em geral as reclamações caíram sobre os altos custos do processo de naturalização.

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump