Mulher processa Facebook em US$ 123 milhões por perfil falso

facebook_pictureUma mulher americana, chamada Meryem Ali, está processando o Facebook pela criação de um perfil falso em seu nome, em uma ação cujo valor chega a US$ 123 milhões.

De acordo com a ação, um ex-amigo da americana residente em Houston, Texas, teria criado um perfil no nome dela, e teria feito montagens no Photoshop unindo o rosto de Ali a imagens de garotas nuas e/ou fazendo sexo. Além disso, o perfil falso teria conversado com amigos e familiares de Meryem, que a avisaram sobre a conta em dezembro de 2013.

Desde então, Ali tentou com que o Facebook excluísse a página, mas não obteve sucesso até a polícia local contatou a rede social buscando dados que identificassem o responsável pelo perfil fake. Mesmo após a exclusão, a americana decidiu processar a empresa para “expor as fragilidades e falhas do sistema de segurança e privacidade do Facebook”. O valor de US$ 123 milhões foi calculado a partir dos 1,23 bilhões de usuários do Facebook – Ali deseja o ressarcimento de US$ 0,10 por cada usuário da rede social.

Dentro da justiça americana, a ação foi incluída dentro do mérito de “revenge porn” (pornô de vingança, na tradução literal), em termo que normalmente é usado quando imagens íntimas da vítima são publicadas na internet sem seu consentimento, normalmente por ex-namorados. Procurado pela imprensa americana, o Facebook não se manifestou ainda sobre o caso.

Fonte: Router

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump