Justiça bloqueia projeto de Obama para regularizar imigrantes, mas veto pode ser temporário

obama7474

Ordem de juiz barra ampliação da aguardada reforma das leis de imigração e dificulta situação de estrangeiros que aguardam visto de permanência. Relação de Obama com Congresso trava avanços, dizem especialistas

A Justiça americana bloqueou uma das principais promessas do presidente Barack Obama: a de regularizar a situação de milhões de imigrantes nos Estados Unidos.
A papelada está pronta, mas Andrea vai ter que esperar para realizar o sonho de viver legalmente nos Estados Unidos.

Na quarta-feira (18), deveria ter começado a inscrição de 300 mil imigrantes ilegais em um programa que permite que eles trabalhem e estudem nos Estados Unidos, sem o risco de serem deportados.

Seria o início da reforma no sistema de imigração que o presidente Barack Obama anunciou em novembro de 2014. E que beneficiaria, no total, 5 milhões de imigrantes.
Mas um juiz federal do Texas ordenou a suspensão das medidas. O processo foi aberto por 26 estados americanos, que alegam que o presidente não tem o poder de mudar o sistema de imigração por decreto, sem a participação do Congresso.

O juiz não avaliou o mérito do processo, mas disse que as mudanças devem ser paralisadas até que a Justiça possa analisar se o decreto é ou não é constitucional.
Para a oposição republicana, foi uma vitória política importante. “Não vamos ficar de braços cruzados enquanto o presidente ignora a lei”, afirmou o governador do Texas.
“Eu discordo da decisão e o Departamento de Justiça vai entrar com um recurso. Eu acredito que a lei e a história estão do nosso lado”, disse Obama.
“Eu torço para que eles ouçam o coração e pensem em nós”, afirmou Andrea.

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump