Investigadores encontraram os corpos de três bebês mortos em Worcester

erika573

Murray e seu namorado de 38 anos Raymond Rivera vivem juntos, ambos são acusados de abuso e negligência

Erika L. Murray deu à luz cinco filhos no banheiro de sua casa, e três não sobreviveram,  os outros dois que sobreviveram foram essencialmente preso em um quarto atrás de uma parede com fraldas sujas e lixo, disse o promotor nesta segunda-feira. (29)

Um dos sobreviventes,  uma menina agora com 3 anos de idade foi tão mal tratada com total negligencia por parte de sua mãe que durante o exame feito pelos médicos um pediatra teve que remover as larvas de suas orelhas antes que ela pudesse ouvir aqueles que tentam falar com ela, disse um promotor durante argumento no  tribunal.

A Mãe (Murray), 31, simplesmente falou ao juiz que não é culpada das  acusações que enfrenta.  Duas acusações de assassinato em primeiro grau e uma acusação de ocultar uma morte fetal.

O juiz  do Superior Tribunal James Lemire rejeitou o pedido da defesa que solicitou para Murray ser autorizada a ficar com um parente até o julgamento, e ordenou que ela ficasse detida sem fiança.

Durante a acusação de 23 minutos, o assistente da promotoria John E. Bradley Jr. descreveu a condição dos restos mortais encontrados na casa, e também descreveu o estado físico da menina de 3 anos depois que ela foi encontrada no interior da casa.  Uma segunda menina, que estava com 5 meses de idade, quando encontrado, também sofreu maus tratos, disseram os promotores.

Bradley o assistente de promotoria disse que os restos mortais das três crianças encontradas eram esqueléticos, que estava vestido com uma fralda e um pano, e que a placenta e do cordão umbilical estavam ambos ainda ligados.  Murray não enfrentará uma acusação de assassinato pela morte destas crianças, mas é acusada de encobrir a morte das crianças, disseram autoridades.

Murray e seu namorado de 38 anos Raymond Rivera vivem juntos, ambos são acusados de abuso e negligência. O casal tem dois filhos mais velhos com idades de 10 e 13 anos e o namorado alega que não queria ter mais filhos por causa da sua condição de pobreza.

Murray  disse à polícia que deu à luz aos cinco bebês  que nasceram durante os últimos sete anos,  sozinha  no único banheiro na casa, e que nenhuma intervenção médica foi feita.

O assistente da promotoria alegou que um quarto da casa foi emparedado com lixo, incluindo fraldas sujas, e que as fraudas com fezes eram jogadas contra a parede onde as duas crianças sobreviventes foram mantidas.

Murray colocou os filhos mais velhos  em um quarto no andar de cima da casa, em um esforço para esconder os bebês do seu namorado ”, disse Bradley. “Parece que o [sobreviventes] as crianças não eram nem nutrida nem cuidada”.

O  District Attorney Joseph precoce Jr., em breve fará mais comentários aos jornalistas, disse que seu escritório tem tratado o caso corretamente.

“As acusações adequadas foram feitas ”, disse precoce. “Nossa preocupação é com os bebês mortos, e os filhos que ainda estão vivos, que foram encontrados em condições horríveis sejam cuidados”.  A investigação começou dia 28 de agosto, quando um vizinho descobriu duas meninas, com idades entre 3 e 5 meses, vivendo na sujeira no interior da casa, que estava parcialmente  demolida “.

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump