Imigrantes indocumentados são presos depois levar o filho em um hospital

Um casal de imigrantes foram presos na emergência de um hospital ao levar seu bebê para fazer uma cirurgia.

Por Sara Santos

O casal Oscar e Irma Sanchez que são pais do pequeno Isaac Enrique Sanchez foram surpreendidos por agentes da patrulha da fronteira, quando levaram seu filho para ser atendido em um hospital. Com dois meses de vida Isaac foi diagnosticado  com estenose pilórica, uma condição que causa vômitos, desidratação e perda de peso, sendo necessário passar por uma cirurgia de urgência no estômago. Como o hospital em que eles estavam não faz este procedimento, os pais foram encaminhados para a unidade hospitalar Driscoll Children’s Hospital, em Corpus Christi. Os agentes acompanharam a família até o hospital onde permaneceram fazendo a viligância.

A família que morava em Rio Grande Valley, Texas, acredita que uma das enfermeiras informou a policia sobre sua situação. Apesar de saber das condições que se encontrava a criança e do estado emocional dos pais os agentes informaram que eles entrariam em processo de deportação.

O fato ocorreu no dia 24 de maio e durante o período em que a família Sanchez esteve no hospital, por causa da internação de Isaac, os agentes seguiram todos os seus passos. “Em todos os lugares em que fomos no hospital eles nos seguiram”, disse Oscar.

Durante a gestão do presidente Obama, o Departamento de Segurança Interna evitou a prisão de imigrantes em hospitais, escolas, igrejas ou manifestações públicas, mas na administração de Trump ainda não é possível ter a noção de quais regras serão estabelecidas.

O casal não têm antecedentes criminais, mas foram colocados sob intensa supervisão. “É assim que você trata os criminosos prejudiciais, e isso é compreensível para nossa própria proteção, mas uma família que está aqui tentando ganhar a vida, proporcionar uma educação e um futuro para seus filhos”, disse a advogada de imigração, Ana Hinojosa.

Isaac é cidadão dos EUA e a operação foi coberta pelo Medicaid, mas a preocupação dos pais foi em eles fossem obrigados a deixar a criança sozinha. “Você se sente vulnerável, nós não sabíamos se eles deveriam nos deixar ficar com o nosso filho ou não”. O casal está feliz pela recuperação do filho. “Ele ainda joga um pouco de leite, mas graças a Deus, ele está bem”, informou a mãe de Isaac.

As medidas adotadas pelo Immigration and Customs Enforcement (ICE) está gerando a preocupação da comunidade imigrante. Eles não sabem quando e onde podem ser abordados, pois estão sujeitos a serem presos até mesmo em uma unidade hospitalar como ocorreu com o casal Sanchez.

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump