Imigrantes indocumentados não serão deportados ao buscar ajuda em Houston

Imigrantes de Houston receberam ajuda sem precisar declarar seus status.

Por Sara Santos

Os imigrantes indocumentados que vivem nas regiões atingidas pelo furacão Harvey não precisam ter medo de pedir ajuda. As autoridades americanas informaram que a principal preocupação é salvar vidas.

A Alfândega e Proteção de Fronteiras e Imigração e Alfândega divulgaram uma declaração conjunta no dia 28 de agosto em Washington. Eles disseram que não estarão aplicando leis de imigração não criminais em locais de evacuação, abrigos ou bancos de alimentos.

A maioria dos abrigos são geridos pelas comunidades locais e pela Cruz Vermelha. “A Cruz Vermelha não pedirá às pessoas que mostrem qualquer forma de identificação para permanecerem em seus abrigos”.

O prefeito de Houston, Sylvester Turner fez um discurso, no qual declarou  que ninguém que morasse em sua cidade deveria ter medo de ligar para o 911 durante esta inundação. “Se você está em situação de risco, não me importo com quem você é. Não me importa qual é o seu status. Eu não quero que você corra o risco de perder sua vida ou um membro da família. Ligar. Não hesite em ligar. Nós responderemos”.

A Agência de Alfândega e Proteção de Fronteiras operam  em  pontos de controle ao norte da fronteira do México, no caminho da evacuação para muitos que fogem da tempestade. O CBP disse que esses pontos de controle permanecerão abertos durante Harvey e suas consequências, um movimento que atraiu desprezo da American Civil Liberties Union of Texas. As mensagem do prefeito de Houston e da ICE informam que os imigrantes indocumentados não devem se preocupar com o medo da deportação, a prioridade é salvar vidas.

 

 

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump