Grupo Mulher Brasileira apoia decisão das Cortes e faz nova clínica legal

Grupo-Mulher-BrasileiraNa quarta-feira, dia 29 próximo, às 18 horas, teremos mais uma sessão informativa legal com a advogada Nancy Kelly e o advogado John Wilshire.

O Grupo Mulher Brasileira está feliz, e mais aliviado, com a decisão das cortes federais de bloquear, temporariamente, a ordem executiva (OE) do Presidente Trump, que entraria em vigor dia 16 último A OE bane residentes de seis países, majoritariamente muçulmanos, de entrar no país e fecha o programa de refugidos por 120 dias.

As Cortes, do Havaí e de Maryland, basearam-se em declarações do próprio Presidente quando em campanha e após assumir a Casa Branca, e concluiram que a nova OE discrimina com base na religião, o que é proibido pela Constituição norte-americana. Em menos de dois meses de governo, a administração Trump já emitiu mais dw 16 ordens executivas reativas à imgiração, construção de um muro na fronteira do México, abolindo o Obamacare e agora submeteu ao Congresso um orçamento da União que militariza o país em detrimento de programas educacionais, de saúde, treinamento e empregos para jovens. Essa administração tenta aterrorizar a população, separar famílias, aniquilar com direitos civis, ao mesmo tempo que privilegia os mais ricos.

O programa de saúde proposto pelos republicanos vai deixar sem sem seguro de saúde 24 milhões de pessoas nos próximos 10 anos, além de cobrar mais dos idosos e das pessoas com condições prévias de saúde.

O Grupo Mulher Brasileira lembra que o momento é difícil mas que a hora não é de desânimo, raiva ou para calar. Pelo contrário, a hora é de Resistência, de Luta e de consciência política. Saiba os seus direitos, A melhor forma de se proteger é estar bem informanda(o).
Na quarta-feira, dia 29 próximo, às 18 horas, teremos mais uma sessão informativa legal com a advogada Nancy Kelly e o advogado John Wilshire. Aproveite para tirar suas dúvidas e ficar bem informada.

Esta sessão é para famílias recém-chegadas e com filhos que atravessaram a fronteira sozinhos. Jovens que nunca fizeram o DACA mas agora querem fazer, mães que querem passar a guarda dos filhos para amigos e parentes caso seja presa, quem tem corte marcada e tem medo de ir na Corte, quem se apresenta regularmente à imigração e está com medo de ficar presa. Traga documentos de imigração se os tiver. O Grupo Mulher Brasileira reafirma seu compromisso de lutar ao lado da comunidade pela dignidade de todos os imigrantes. Para informações como participar de quaisquer dos nossos programas, por favor, telefone para 617-202-5775.

Heloisa Maria Galvão
Brazilian Women’s Group
697 Cambridge St. Suite 106
Brighton, MA 02135 – Ph 617-202-5775
www.verdeamarelo.org

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump