Fifa proíbe emissoras de TV de filmarem ‘torcedoras bonitas’ na Copa

Medida foi tomada depois do grande número de denúncias de assédio sexual na Rússia.

Em meio aos casos de assédio na Rússia, a Fifa exigiu nesta quinta-feira, 12, que as emissoras de televisão reduzam as filmagens de torcedoras “atraentes” durante os últimos jogos da Copa do Mundo de 2018.

De acordo com o chefe do departamento de responsabilidade social da Fifa, Federico Addiechi, a medida foi tomada porque os casos de sexismo na Rússia foram mais comuns que os de racismo. Uma entidade parceira da Fifa registrou 45 denúncias sexuais até agora no Mundial da Rússia.

A Fifa ainda destacou que a decisão é uma “evolução normal”, apontando que, em comparação com a Copa anterior, em 2014, no Brasil, as filmagens dos jogos melhoraram.

Quarenta e cinco casos de assédio sexual foram registrados oficialmente durante o período de disputa da Copa do Mundo, que começou no dia 14 de junho e será encerrada no próximo domingo, em Moscou. Os dados foram apresentados nesta quarta-feira pela entidade Fare, aliada da Fifa no controle de questões de discriminação no Mundial. Mas a própria Fare alerta que os números reais podem chegar a ser dez vezes maiores, já que dezenas de casos não são registrados ou nenhuma queixa é apresentada pelas vítimas.

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump