Emergência no sistema prisional brasileiro

sistema-prisional576Por Antônio Machado

Fazendo uma retrospectiva do ano 2014 encontrei em Porto Velho-RO, o presídio de segurança máxima de Aruana o recém-inaugurado presidio de segurança máxima de Rondônia, Aruana, que já teve sua primeira fuga No pátio da carceragem um dos presos que estava tomando banho de sol no pátio da carceragem conseguir escapar do local. No primeiro momento, uma situação considerada normal, desconsiderando o status de “Segurança Máxima”. O presidio que fica localizado à cinco quilômetros da área urbana de Porto Velho, possui 28 celas que podem abrigar 112 detentos, a sua construção ficou em torno dos quatro milhões de reais. A falta de efetivo de Agentes Penitenciários é um dos grandes problemas enfrentados desde a inauguração da carceragem foi a justificativa da fuga. O presidio Urso Branco ficou famoso pelo julgamento da Corte Interamericana de Direitos Humanos, onde o Estado, Brasil que condenou o Estado de Rondônia a garantir os direitos de vida, integridade e proteção aos seus custodiados, bem como identificar e punir os responsáveis pela tragédia de mais de 90 presidiários mortos em confrontos entre si e carceragem.No inicio do ano de 2015 o presidio de segurança máxima recebeu  os estupradores Solimar Costa e Lourenço dos Santos responsáveis pela discursão da libertação. Contrassenso desta possível libertação confirmada pelo diretor Wesley Geminiano ao repórter Roberto Cabrini na entrevista do Programa Conexão que no seu entendimento a libertação vai acontecer  e Lourenço dos Santos que cometeu seu primeiro crime estrangulando e com um punhal assassinado sua enteada de 3 anos de idade dando continuidade com mais 16 crimes sexuais. Na cadeia, são conhecidos como “jackie’s”, carregam o peso de provocar o sofrimento em pessoas indefesas, promove a discursão da possibilidade de recuperação destes estupradores! Mais grave quando existe as denuncias envolvendo um crime tão bárbaro envolvendo a violência sexual contra crianças. O estuprador Lourenço dos Santos de 30 anos condenado há 61 anos por assassinar e violentar a enteada de apenas 3 anos de idade e mais 16 vitimas de crimes sexuais. Esse miserável começou a matar quando criança de 3 anos porque seu copo de  café com álcool foi quebrado pela criança quando brincava e hoje está prestes a sair da cadeia

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump