Cartilha americana recomendam a turistas hospedagem em andar alto e evitar camisinha brasileira na Copa

Cartilha traz cuidados para escapar da violência e não contrair doença sexualmente transmissível.

O governo americano recomenda aos turistas, que embarcam rumo ao Brasil para assistir à Copa do Mundo no Brasil, comprar e carregar consigo camisinhas produzidas nos Estados Unidos e evitar se hospedar no primeiro andar de hotéis no Brasil.
locked-condomsAs razões para tomar esses cuidados, segundo cartilha do CDC (centro de controle de doenças e prevenção) do governo americano, é evitar ser vítima da criminalidade no País e evitar ser vítima de DSTs (Doenças Sexualmente Transmissíveis) durante o Mundial.
A cartilha sugere que, “se possível, escolha quartos de hotel entre o Segundo e o sexton andares” porque “os quartos do primeiro andar estão mais suscetíveis ao acesso de criminosos”. Ao mesmo tempo, diz que “quartos acima do 7º andar podem dificultar a evacuação em caso de incêndio”.
Quanto à camisinha, o texto do governo americano avisa que, “enquanto comemorar, as pessoas podem encorajar viajantes a fazer sexo, especialmente se houver ingerido álcool ou drogas”. Por isso, recomenda, “carregue camisinhas que você comprou nos Estados Unidos”.
Antes do embarque, a cartilha recomenda procurar o médico de confiança nos Estados Unidos para fazer um check-up, bem como tomar vacinas e providenciar um kit de primeiros socorros.
Em território brasileiro, o governo recomenda aos turistas também não viajar à noite, nunca andar sozinho, “consumir álcool com moderação, porque pessoas embriagadas estão mais sujeitos a se machucar ou machucar outras pessoas”, “não usar roupas e joias caras” e “sempre manter a porta do hotel e armários trancados”.
Também pede-se cuidado especial com as picadas de mosquito, especialmente por causa da dengue. A cartilha diz: “Use repelente: doenças disseminadas por mosquitos, como dengue, malária e febre amarela são comuns no Brasil”.
Se depois da viagem ao Brasil o turista americano não estiver se sentindo bem, a recomendação é procurar um médico urgentemente nos Estados Unidos. “Avise seu médico se você foi picado por mosquito ou arranhado por um animal”.

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump