Brasileiro é acusado de matar filha

Walter da Silva participa de audiência na Corte de Superior de Danbury, em Connecticut,

Walter da Silva, de 45 anos, foi acusado de balear universitária várias vezes. Ele estava sob condicional por tentar matar ex-mulher há mais de 10 anos

Um cidadão brasileiro residente em Connecticut foi acusado na segunda-feira (8) de matar sua filha de 19 anos em Massachusetts, mais de uma década depois de tentar matar a mãe dela. Sabrina da Silva, uma estudante da Bristol Community College, foi baleada do lado de fora de sua casa em New Bedford no dia 3 de julho. Uma queixa apresentada na segunda alega que o pai dela, Walter da Silva, de Danbury, a baleou diversas vezes. Nenhum motivo foi apresentado pelas autoridades.

“Este caso de homicídio é particularmente impressionante porque envolve um pai sendo acusado de matar sua própria filha”, disse o promotor do Condado de Bristol, Thomas Quinn III. Walter da Silva, de 45 anos, foi preso na sexta em Bridgeport e acusado inicialmente de ser foragido da justiça e violar sua condicional relacionada à condenação por tentar matar a mãe de Sabrina em Weston, Massachusetts, há mais de dez anos.
A justiça dos EUA diz que ele é um cidadão brasileiro e que sua situação como imigrante está sob dúvidas. Silva compareceu a uma audiência na segunda. Não está claro se ele tem um advogado.

A mãe da vítima, Lilian Silva, diz que ficou aliviada ao saber da prisão. “Estou muito interessada no que ele vai dizer. E quero justiça”, disse ela em comentários relatados pelo jornal “The Boston Globe”. “Não tenho minha filha. E isso dói profundamente

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump