Brasileira de 24 anos foi morta em casa pelo namorado em Springfield

tamygomesvasquez

De acordo com Gabriela Rezende, prima de Tamy que mora na Flórida e que presta auxílio à sua tia, a brasileira retornaria ao Brasil na quinta-feira (18) para o casamento de uma prima e seria madrinha do casamento.

Brasileira de 24 anos foi morta em casa pelo namorado, um homem de 23 anos foi preso em Mississippi segunda-feira(15) em conexão com a morte da brasileira de Springfield cujo corpo foi encontrado dentro de sua residência na South 14th Street. O corpo da brasileira Vazques foi descoberto domingo à noite por amigos que foram visitar-la porque não tinha notícias dela recentemente, informou a polícia. “Ela trabalhava muito, pagava suas contas, era uma menina independente. O que ele fez foi covardia”, desabafa Gabriela. Policiais foram chamados para a casa às 9:45 pm e confirmou que ela estava morta. A causa da morte foi estrangulamento. De acordo com Gabriela Rezende, prima de Tamy que está qui nos Esttados Unidos e ajuda no auxílio à sua tia, a brasileira retornaria ao Brasil na quinta-feira (18) para o casamento de uma prima. Tamy seria madrinha. “A família está devastada. Meu tio disse ‘como vou casar uma e enterrar a outra’. Elas eram muito próximas”, conta Gabriela Acusações de assassinato em primeiro grau foram arquivados segunda-feira contra Mondavier A. Knight, 23, depois que ele entregou-se, de acordo com as Sangamon County State Attorney John Milhiser. Knight, descrito pelas autoridades como namorado que morava com a brasileira. Uma fiança de US $ 2 milhões foi estabelecida, e os planos eram a extraditá-lo de volta para Illinois. Polícia de Springfield disse que o motivo do assassinato foi por discussão entre o casal. Investigadores não poderiam dizer por quanto tempo a brasileira, Gomes Vasquez estava morta antes de ser encontrada. Uma autópsia foi realizada segunda-feira, e exames de sangue estão pendentes, disse o investigador Edwards.
As autoridades de Yazoo County disse que o namorado entregou-se em cerca de 9:30pm, “Com base nas evidências, que alegam que ele a estrangulou, causando sua morte, e depois fugiu para Mississippi. A aplicação da lei vai continuar a trabalhar neste caso. Se encargos adicionais são adequadas, eles serão arquivados “, disse Milhiser. Orlando Harvell, um vizinho da brasileira Vasquez, descreveu-a como bom coração e engraçado. Ele disse que ela estava vivendo no local por cerca de dois anos. “Ela era muito simpática e alegre”, disse Harvell. “Ela não merecia o que aconteceu com ela”. Harvell observou que Gomes Vasquez tinha dito que ela estava planejando visitar a família no Brasil. Um fundo foi criado on-line para ajudar a pagar as despesas de funeral da brasileira.

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump