Acidente com ônibus deixou até o momento seis mortos e 34 feridos

onibus573

Mais de 30 passageiros ficaram feridos em acidente (Foto: Divulgação/Brigada Militar)

Passageiros do ônibus que tombou na tarde desta terça-feira (06) na ERS-030 em Glorinha, na Região Metropolitana de Porto Alegre, relataram que o motorista transitava em alta velocidade. O acidentou deixou seis mortos e mais de 30 feridos, alguns deles em estado grave.

Conforme o relato de passageiros que sofreram ferimentos leves e foram atendidos no local, o ônibus chegava a “ficar inclinado” nas curvas. O tombamento do coletivo ocorreu logo após uma curva no km 19 da rodovia, conhecida como “Estrada Velha”, que liga Porto Alegre ao Litoral Norte.

O Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM) diz que as causas do acidente ainda não foram esclarecidas. Conforme informações preliminares, o motorista teria perdido o controle do veículo e não há indícios de falha mecânica. O motorista sofreu apenas ferimentos leves e já está prestando depoimento na delegacia.
O resgate dos feridos já foi concluído, mas a rodovia permanece bloqueada para o trabalho da perícia. Os cinco mortos que morreram no local ainda não foram identificados, mas sabe-se que são quatro mulheres e um homem.
O ônibus pertence a empresa Unesul e fazia a linha Porto Alegre-Tramandaí, no Litoral Norte do estado. Em nota, a empresa afirmou que “lamenta” o acidente.

A empresa se solidariza aos envolvidos e está prestando todo o apoio e assistência possível aos passageiros e às famílias das vítimas”, diz o texto.
Segundo informações repassadas pela rodoviária de Porto Alegre, o ônibus saiu do terminal às 12h com 27 passageiros. Como ele pegou outras pessoas ao longo do caminho, é possível que o número total de pessoas dentro do coletivo seja maior.
A polícia rodoviária estadual diz que pelo menos 35 feridos foram atendidos por ambulâncias do Samu e outros veículos de socorro. Um helicóptero da Brigada Militar também atuou no resgate, levando médicos e socorristas para o local do acidente.

Os feridos foram levados para o Hospital João Becker, em Gravataí, e para hospitais de Porto Alegre. Um deles chegou já morto ao hospital, o que aumentou o número de vítimas do acidente para seis. Outros dois pacientes foram encaminhdos para o Hospital de Pronto Socorro e para o Cristo Redentor, na capital, em estado muito grave, informou a instituição.

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump