Dilma Rousseff já não governa mais o Brasil

dilma-631

Se Dilma for condenada, perde o mandato e se torna inelegível por oito anos

Temer é o futuro ocupante do Palácio do Planalto e a presidente já não governa mais o Brasil conforme a decisão do impeachment.

Contrariando expectativas de uma votação acirrada, a Câmara dos Deputados aprova a continuidade do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.
A votação deste domingo(17) foi marcada por uma série de traições de parlamentares da base aliada e garantiu à oposição uma larga vantagem sobre o governo desde o início da sessão.
Dos 25 partidos com representantes na Casa, 17 orientaram seus filiados a votar pela aprovação do impeachment.

Apenas 6 siglas (PT, PR, PCdoB, PSOL, PDT e PTdoB) defenderam a manutenção do governo Dilma. Rede e PEN liberaram sua bancada para votar conforme a consciência.
A decisão dos partidos não foi suficiente para impedir votos desfavoráveis ao governo. A onda de traição rendeu até a renúncia do o deputado Alfredo Nascimento (PR-AM) à presidência do partido. Ele, que foi ministro dos Transportes dos governos Lula e Dilma, contrariou a decisão da sigla ao apoiar o impeachment no Plenário.

Com a aprovação na Câmara, o processo segue agora para o Senado, que deve abrir uma comissão para avaliar se o julgamento tem condições ou não de ser aberto. O colegiado tem 10 dias para elaborar um parecer.

Se Dilma for condenada, perde o mandato e se torna inelegível por oito anos.

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump