Polícia prende duas mulheres do Haiti por queimar menina de 5 anos em ritual voodoo

A menina sofreu queimadura de terceiro grau em seu rosto que a deixará permanentemente desfigurada, disse a polícia.

O caso aconteceu aqui em Massachusetts. Duas irmãs amarraram e queimaram uma garota de 5 anos, desfigurando seu rosto permanentemente, em um ritual voodoo, para livrá-la de um demônio, disse a polícia. As mulheres também ameaçaram cortar a cabeça do irmão de 8 anos da menina com um facão, disseram autoridades.

O menino disse que sua irmã estava amarrada em pelo menos duas ocasiões, enquanto as duas irmãs tocavam o rosto e a cortavam no braço e na área do pescoço com um objeto semelhante a agulha, extraindo sangue, de acordo com a polícia. A menina disse que as mulheres também derramaram sobre os olhos uma substância que picava.

Peggy LaBossiere, de 51 anos, e Rachel Hilaire, 40, da East Bridgewater, negaram ferir a menina e ameaçar o menino, informou ao Jornal Brockton Enterprise. Eles se declararam inocentes em 29 de janeiro para caos, assaltos e outros encargos. Um defensor público apontado para defender as mulheres não retornou em uma convocação para o sábado.

A polícia diz que a mãe da menina é uma cabeleireira de descendência haitiana que possui LaBossiere como cliente e pediu o ritual. Ela não foi acusada, mas está recebendo tratamento de saúde mental.

As irmãs estarão de volta ao Tribunal Superior de Brockton na quarta-feira para uma audiência para determinar se eles são muito perigosos para serem divulgados.
As irmãs disseram à polícia que eles realizaram “banhos de limpeza” para familiares e amigos no passado, algo que envolve cantar preces, esfregar incenso e óleos de eucalipto e sal marinho em seus corpos e queimar mirra, informou o jornal. As crianças às vezes se queimam quando os espíritos deixam o corpo, disseram eles.

A menina sofreu uma queimadura de terceiro grau em seu rosto que a deixará permanentemente desfigurada, disse a polícia. Ela foi tratada em um hospital e levada sob custódia pelas autoridades de bem-estar do Estado, juntamente com o irmão, que descreveu para policiar o que aconteceu na casa das irmãs durante vários dias.

Voodoo refere-se a práticas religiosas desenvolvidas há séculos pelos africanos escravizados no Caribe, principalmente no Haiti, onde às vezes as feições são “vodou”. Fonte (AP)

Notícias Relacionadas

Faça Um Comentário

O seu email não será publicado. Os campos requeridos estão marcados com *

A Semana » Developed by Truejump